Oncologia Clínica Florianópolis

Dr. Luiz Alberto Silveira - Oncologista Clínico / Diretor Clínico

Dr. Lucas Van de Sande Silveira - Oncologista Clínico / Diretor Técnico

Rua Dom Joaquim 885, 4ºandar

(48) 3364 1196/ (48) 99963 0335
(48) 99973 2472 |WhatsApp

A Oncologia Clínica Florianópolis oferece serviços oncológicos com excelência técnica e atendimento solidário, prezando pelo compromisso obstinado com a cura e qualidade de vida dos pacientes.

HENRIQUETA LACKS (HeLa) – Células Imortais

Henrietta Lacks, uma mulher simples, como todas as mulheres, veio a falecer em outubro de 1951 (aos 31 anos) em decorrência de um câncer do colo uterino cujo tratamento não foi bem sucedido. As células deste câncer, eram imortais, continuam vivas há 66 anos e salvaram vidas de milhares de pessoas neste período. Próximo a casa de Henriqueta situava-se o Laboratório do Dr. George Grey, um obstinado pesquisador que acreditava encontrar a cura do câncer a partir de células humanas e vinha tentando, há trinta anos, cultivar em seu laboratório células cancerosas para seus estudos colocando-as em meio com nutrientes. Entretanto elas sempre morriam. Em fevereiro de 1951 Henriqueta Lacks foi atendida no Hospital John Hopkins com intenso sangramento ginecológico e dores abdominais. Examinada por um ginecologista foi constatado a presença de um tumor no colo uterino com características incomuns. Realizado uma biópsia foi constatado tratar-se de um câncer do colo uterino. As células deste câncer chegaram ao laboratório do Dr. Gey que as cultivou nos nutrientes habituais e, para sua surpresa, as células iniciaram um processo intenso de multiplicação e não morriam. Desde então, até hoje, estas células vêm multiplicando-se, e bilhões delas estão distribuídas em laboratórios de todo o mundo para estudo e foram batizadas de células HeLa e consideradas imortais. Até agora, as células HeLa vivem o dobro do tempo fora do que viveram dentro do corpo de Henriqueta Lacks. Muitas vacinas que exigiam células humanas para estudo foram desenvolvidas com as células HeLa. A vacina contra a poliomielite surgiu a partir do crescimento do virus nas células HeLa e salvaram milhões de pessoas em todo o planeta. Desta forma estas células tornaram-se mundialmente conhecidas. Inúmeros tratamentos em medicina foram desenvolvidos com as células HeLa, que foram estudadas também em laboratórios espaciais, com gravidade zero. Garrafas com estas células foram colocadas por militares americanos em experimentos atômicos. Experiencias para avaliar efeitos indesejados de cosméticos foram feitas com as células HeLa que foram vendidas para estudos por milhões de dólares e têm sido a base de estudos genéticos em todo o mundo sendo fundamentais para a terapia biológica no século XX.Rebecca Skloot, autora do livro A Vida Imortal de Henrietta Lacks retrata toda a história deste fato cientifico impressionante. Todo o propósito na vida tem um fim.

Luiz Alberto Silveira
Oncologista Clínico

 
joomla wellnessLorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s...
Heeey, this is poll in the drop-down menu?!